horario-de-verao-impactos-empresas-pessoas

Os impactos do horário de verão para pessoas e empresas

Todo mundo sente a transição do horário normal para o horário de verão. As empresas são impactadas pelo horário de verão porque as pessoas sofrem com esta mudança. A pergunta é: quais são estes impactos e o que fazer para contorná-los?

Diversos estudos são conduzidos no Brasil e no mundo para investigar como a mudança de horário afeta as pessoas. Fundamentalmente, o horário de verão influencia nos relógios biológico e social, que todos nós temos, em uma hora. Isto é suficiente para provocar alterações no organismo, e na forma que as pessoas lidam com a rotina.

Em um estudo publicado na revista científica Annals of Human Biology, conduzido com mais de 12 mil sujeitos, pesquisadores mostraram que 54,57% delas relatam desconforto com o horário de verão. E cerca de 25% relatam desconforto durante todo o tempo que o relógio está adiantado em uma hora.

Mas quais são os efeitos em termos objetivos? A seguir, estão enumerados alguns impactos do horário de verão na vida das pessoas, como estes impactam nas empresas, e o que pode ser feito para amenizar ou anular estes impactos.

Mudanças no sono e ritmo circadiano

A dificuldade para acordar mais cedo que algumas pessoas têm não é simplesmente resultado de hábitos – ou preguiça. O prêmio Nobel de medicina de 2017 foi entregue a três pesquisadores que descobriram que essa dificuldade é também genética. O ciclo circadiano (que permite que células tenham comportamento otimizado em algumas horas do dia) é regulado em níveis moleculares pelo organismo.

A mudança no horário de verão provoca alterações no relógio biológico. Portanto, para algumas pessoas, é muito mais desafiador ter que, de um dia para o outro, acordar uma hora mais cedo.

Além disso, esta mudança no sono pode provocar irritabilidade em algumas pessoas, devido a alteração nos níveis de melatonina e cortisol.

Impactos para as empresas da alteração no sono

Como existem mudanças no horário de acordar, empresas podem ter maiores índices de falta de pontualidade e produtividade. Como também, o clima organizacional pode piorar devido à maior irritabilidade das pessoas.

O que pode ser feito?

Antes mesmo do início do horário de verão, as empresas podem promover campanhas educativas internas para estimular que funcionários durmam mais cedo, para amenizar os efeitos abruptos da mudança.

Outra possível medida é aumentar os incentivos para funcionários realizarem atividades físicas. Uma medida muito interessante, realizada por empresas de bem-estar como a Limeade, é realizar walking-meetings (reuniões em caminhadas).

E, para amenizar os efeitos da piora no clima organizacional, existem medidas que as empresas podem aplicar para este fim. Existe um artigo aqui no blog da EIDEA com dicas de ações simples para melhorar o clima organizacional.

Queda na produtividade no período do horário de verão

Isto é efeito da mudança no relógio biológico e no social, e na alteração dos horários de sono.

Mesmo em atividades que não estão relacionadas ao trabalho, as pessoas ficam mais morosas e também com maior dificuldade de concentração, o que logicamente prejudica a produtividade.

Os impactos da redução na produtividade para empresas

Obviamente, as empresas sofrem com a queda na produtividade. O desempenho das pessoas fica reduzido e os resultados alcançados decrescem. Além disso, o clima organizacional também pode piorar, causando desmotivação.

O que pode ser feito para minar estes impactos?

Além das campanhas para estimular que os funcionários cuidem melhor do sono, e das medidas para melhorar o clima organizacional, as empresas devem implementar incentivos para os funcionários permanecerem motivados.

Palestras podem ser uma boa opção se você já observou que seus funcionários respondem bem a elas. Outra medida é promover bem-estar no trabalho, tendo em vista que muitas pessoas experienciam desconforto durante o dia com o horário de verão.

Reavalie também como sua empresa recompensa e corrige comportamentos organizacionais. Como a disposição dos funcionários muda, é provável que o que sua empresa faz normalmente não será eficaz para motivar e aumentar a produtividade.

→ Relacionado: Comportamento Organizacional: Como a EIDEA desenvolve?

Concentração, foco de atenção e percepção

A mudança de horário também provoca diminuição na capacidade de concentração, atenção e percepção dos seres humanos.

Além de prejudicar a produtividade, estes efeitos podem ter impactos mais graves, como por exemplo ocorre aumento no número de acidentes de carro.

Os impactos dessas diminuições para empresas

O risco mais grave para empresas é que, durante o horário de verão, a probabilidade de ocorrerem acidentes de trabalho aumenta, segundo estudo publicado no Journal of Applied Psychology. Já imaginou o que um aumento no número de acidentes de trabalho pode representar para a receita da sua empresa?

Como contornar o problema da concentração, atenção e percepção?

Cuidar do sono é fundamental, novamente. E neste caso, palestras sobre segurança e acidentes de trabalho não são muito eficazes, pois o problema é mais profundo do que saber a importância de se ter segurança. O problema está relacionado à capacidade mental e motora dos funcionários.

Neste caso, é imprescindível que sua empresa tenha programas de qualidade de vida no trabalho e de bem-estar dos funcionários. Pois, assim, sua empresa estará cuidando da saúde mental e física, e proporcionando o cuidado para as pessoas se concentrarem e com energia para desempenharem suas funções com segurança.

Maior incidência de ataques cardíacos

Uma pesquisa publicada no New England Journal of Medicine, evidenciou que nas três primeiras semanas do horário de verão ocorre um aumento de 5% nos índices de infarto no miocárdio.

Isto deve-se, mais uma vez, às mudanças nos hábitos de vida e de sono, provocadas pelo adiantamento de uma hora no relógio.

Impactos para as empresas deste aumento

Para prever os impactos disto para as empresas, basta supor que sua empresa tem 5% mais chances de que os funcionários sofram ataques cardíacos. Caso ocorra algum ataque cardíaco, já imaginou o que isso pode representar para o financeiro da empresa?

O que pode ser feito para prevenir ataques cardíacos

A melhor forma de reduzir os riscos é realizar ações preventivas. Portanto, ações para reduzir estresse e ansiedade dos funcionários são excelentes.

Existem diversas ações de promoção de qualidade de vida no trabalho que sua empresa pode implementar. Aqui no blog da EIDEA, existem muitos artigos com dicas e possíveis soluções para sua empresa neste sentido, veja alguns artigos que você pode ler na lista abaixo:

Estimular atividades físicas também é imprescindível. Uma simples ação é implementar walking meetings, como já citado anteriormente neste texto.

 

Para finalizar é importante ressaltar os pontos fundamentais que devem ser tidos como regra para reduzir os impactos negativos do horário de verão para pessoas e empresas:

  • Cuidar do sono é imprescindível;
  • A qualidade de vida no trabalho reduz muito os impactos;
  • Estímulos e incentivos diferenciados neste período fazem muita diferença positiva.

A empresa que atenta-se para estes fundamentos, estará no caminho certo para não sofrer negativamente com o horário de verão. Mas deve também se atentar para os fatos e outros detalhes explicitados neste artigo, para garantir o sucesso.

Nós da EIDEA esperamos que este artigo sobre os impactos do horário de verão tenha sido útil para você e sua empresa conseguirem melhores resultados! Precisando de suporte mais atencioso para seus desafios, entre em contato com a gente! Basta preencher o formulário a seguir:

 

    
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Marcos Faria  
EIDEA Consultoria & Psicologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação