afinal-como-lidar-com-colaboradores-desmotivados.jpeg

Afinal, como lidar com colaboradores desmotivados?

Gerenciar uma equipe não é tarefa fácil, afinal, pessoas são singulares e demandam soluções singulares para sua liderança. Contudo, o desafio é muito maior quando o time é composto por colaboradores desmotivados: é preciso agir a tempo para recuperar a motivação deles.

Quando um colaborador ou equipe não encontra estímulo no que faz, dificilmente faz com qualidade, respeitando o orçamento e o prazo. Também é possível que cresça o número de erros, problemas internos e até conflitos interpessoais. A questão é: como lidar com isso?

Pensando no assunto, criamos um conteúdo especialmente para você. Hoje, vai descobrir como lidar com colaboradores desmotivados, de forma prática e eficaz. Continue a leitura!

Busque ser mais líder e menos chefe

Há muitos casos em que as atitudes de chefe geram desmotivação. Eles dão ordens em excesso e chegam até a constranger seus subordinados. Nesse caso, na realidade, há uma falta de maturidade. Veja algumas frases comumente ditas por chefes imaturos:

  1. “Aqui, quem manda sou eu!”;

  2. “Não está satisfeito? A porta de saída é bem ali”;

  3. “Você é pago para trabalhar e não para dar ideias”.

Por essa razão, é cada vez mais comum a distinção entre as palavras “chefe” e “líder”. O chefe é o portador do poder posicional, que exerce comando sobre outras pessoas. Já o líder é um influenciador, alguém que sabe como incentivar seus liderados à ação.

Preocupe-se em ser mais líder e menos chefe. Na maioria das vezes, é dispensável o uso do poder posicional para impulsionar os funcionários.

Aprenda a ouvir o colaborador com atenção

Parte do trabalho de um gestor é simplesmente ouvir, preocupando-se em compreender seus profissionais. Por isso, todo líder deve ter ouvidos atentos às necessidades da sua equipe, mostrando que se preocupa verdadeiramente com o seu conforto e bem-estar.

Nesse quesito, é importante implementar pesquisas de satisfação, realizar reuniões um a um e acompanhar os indicadores-chave de desempenho — como o absenteísmo ou turnover. Assim, terá uma visão nítida do que tem acontecido, bem como dos fatores de desmotivação.

Mostrar que realmente se preocupa é uma das formas mais eficientes de lidar com profissionais desmotivados, transformando-os em embaixadores da empresa. Então, busque entendê-los e, na medida do possível, eliminar os pontos críticos que causam a desmotivação.

Ofereça constantemente feedbacks equilibrados

O feedback é um retorno de informação e consiste em falar para um funcionário sobre seus principais pontos fortes e fracos dentro da empresa. Infelizmente, muitos líderes não dão nenhuma atenção ao assunto, deixando-o em segundo plano.

Contudo, é importante compreender que dar feedback não é apenas fazer críticas e mostrar ao profissional o que deve ser melhorado. Consiste também em falar dos pontos fortes, ou melhor, daquilo que o profissional tem feito de positivo e merece reconhecimento.

Para um funcionário desmotivado, o feedback pode ser uma fonte de inspiração e engajamento. Segundo pesquisa da Towers Watson, profissionais reconhecidos por seus superiores possuem um aumento médio de 60% no desempenho dentro da companhia.

Invista na qualidade de vida na empresa

Os profissionais passam diversas horas do seu dia dentro da empresa e, por isso, começam a considerá-la um segundo lar. Todavia, quando o ambiente de trabalho não oferece qualidade de vida, é comum que sintam-se desmotivados.

Na verdade, diversas empresas e departamentos deixam a desejar em termos de qualidade de vida. Elas não possuem práticas que fortaleçam o clima organizacional, facilitem a comunicação interna, favoreçam a saúde ou incentivem práticas saudáveis no expediente de trabalho.

Além da motivação, a qualidade de vida impulsiona o desempenho da companhia em geral. Segundo pesquisa da Sodexo, empresas que investem efetivamente no bem-estar dos seus funcionários são, em média, 86% mais produtivas e 70% mais rentáveis.

Defina metas em parceria com os profissionais

As metas são grandes aliadas da gestão empresarial. Elas indicam o caminho que deve ser seguido e alinham os profissionais na busca pelos resultados. Entretanto, por diversas vezes, são consideradas inatingíveis pela equipe, o que culmina em desmotivação.

Se isso acontece em sua equipe, é preciso envolver mais os colaboradores no processo de criação das metas. Permita que ao menos 50% delas sejam desenvolvidas ou desdobradas em parceria com os funcionários; assim, eles se sentirão mais confiantes.

No processo de criação das metas, busque atuar como um facilitador. Diga à equipe que elas devem ser desenvolvidas respeitando o padrão SMART, ou melhor, devem ser: específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e com tempo bem definido.

Estabeleça recompensas pelas conquistas

Recompensar um profissional contribui para criar um clima de valorização do trabalho, em que todos são gratificados — em termos de carreira e salário — de acordo com os resultados que produzem. A falta desse senso é um dos fatores que mais desmotiva os funcionários.

Então, aprenda a recompensar os trabalhadores por suas conquistas, e não apenas pelo seu grau de proximidade com a liderança ou outros fatores. Mostre que o alto desempenho é crucial para crescer na empresa, e isso certamente motivará os profissionais.

Além das recompensas financeiras, tradicionalmente utilizadas, há as recompensas não-financeiras, como uma vaga exclusiva na garagem ou um almoço com o CEO. É preciso estabelecer recompensas criativas, de acordo com o grau de complexidade das tarefas.

Invista no desenvolvimento de novas competências

Mostre que acredita no potencial dos profissionais e que deseja vê-los crescer cada vez mais. Para tanto, é possível oferecer cursos, palestras, workshops e treinamentos com o intuito de desenvolver novas competências ou fortificar aquelas que já existem.

A escolha do programa de desenvolvimento ideal vai variar bastante de acordo com o perfil de cada equipe; por isso, é indicado que realize uma avaliação de desempenho. No final, terá uma visão mais nítida dos conhecimentos, habilidades e atitudes que precisam ser aprimorados.

Também é essencial contar com instrutores realmente competentes, que tenham vivência e conhecimentos específicos sobre o assunto. Desse modo, será possível aprimorar os profissionais e engajá-los na busca por conquistas ainda maiores.

Veja, agora você está por dentro do assunto! Use as dicas aqui citadas para lidar com colaboradores desmotivados e converter a situação a favor da empresa. No final, todo o empreendimento será beneficiado, nos seus mais diversos níveis e áreas de atuação.

Gostou do conteúdo? Aproveite para assinar nossa newsletter e receber nossas novidades diretamente em seu e-mail. Vamos lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação