créditos: br.freepik.com

4 dicas para a equipe confiar mais na liderança

Temos que admitir, alguns funcionários não confiam nos gestores – ou confiam em grau menor que o satisfatório para a efetividade da equipe. Neste artigo você irá aprender algumas dicas para ampliar a confiança da equipe na liderança.

Antes de abordar as dicas, precisamos falar sobre alguns aspectos necessários para você conseguir aplicar efetivamente as dicas na sua vida de gerente/gestor.

Todo gerente tem uma inevitável função que delimita seu trabalho: a função da liderança.

Um conhecimento que vem sendo difundido nas empresas é que as equipes precisam de líderes e não de chefes. Talvez você já saiba as características que diferenciam o líder do chefe, caso queira relembrar visite este link.

Os líderes estão cansados de saber destas características, no entanto, muitos ainda têm dificuldades para aplica-las no cotidiano do seu trabalho. Chegamos então a um ponto importante: o grande desafio é os líderes internalizarem estas características. E o que isto quer dizer? Significa que os líderes conhecem as características de liderança, no entanto, não as incorporam, portanto não são capazes de se comportar devidamente para transformarem-se em lideranças eficazes.

E entenda: a confiança por parte da equipe será consequência da atitude do líder. As pessoas mudam de acordo com as mudanças que percebem. Se alguém muda com você, você muda também. Faz sentido continuar agindo da mesma forma como se nada tivesse acontecido com alguém que mudou com você? Não. Isso também vale para o trabalho.

Imagine o seguinte: Seu gestor está constantemente apontando as falhas no seu trabalho, e raras vezes foca nas coisas que você entrega com primor e esforçou-se muito para finalizar. Então algo acontece. Passam algumas semanas e você se dá conta que ele não tem feito críticas destrutivas, na verdade tem estimulado o aprimoramento do trabalho através de feedbacks positivos. E, assim, você se sente seguro para fazer seu trabalho da melhor forma possível. Percebe como a mudança dele provoca algo em você?

Portanto, as dicas a seguir têm como objetivo facilitar a incorporação das características de liderança para qualquer pessoa que deseja tornar-se um líder melhor. Feito isso a confiança da equipe será um retorno inevitável.

1 – Esteja atento às características de liderança necessitadas na sua empresa

De fato, existem características padrão para um bom líder, disseminados pela internet em blogs e por cursos de liderança. Você deve estar atento a elas, é claro. Entretanto, toda empresa tem necessidades específicas de liderança.

Toda empresa é única, e o que de fato faz das empresas únicas não se estende a um produto ou modelo de gestão. É a cultura da empresa que faz dela única! E quem faz a cultura? As pessoas!

Embora muitos resistam em aceitar, a cultura é uma das principais vantagens competitivas das empresas. Produtos vêm e vão, pois o mercado está em constante mudança. A cultura, por outro lado, agregará valor a qualquer produto que a empresa venha a produzir, pois é intrínseca à estratégia da empresa. Além de atrair e reter talentos. É um dos bens mais preciosos de qualquer empresa. E isso faz das pessoas importantíssimas para qualquer empresa.

Pensando nisso, fique atento às necessidades das pessoas da sua empresa. Converse com elas, é possível que elas não se sintam a vontade para falar com você, mas calma, pode não ser culpa sua, pode ser um fator cultural. Nesse caso pense em alternativas, contrate consultorias especializadas. Por exemplo, nós temos o Diagnóstico Organizacional, que pesquisará profundamente quais as necessidades mais eminentes da sua empresa, sobre as quais as pessoas estão sendo afetadas.

Você pode não estar percebendo os treinamentos de liderança sendo transmitidos para o dia-a-dia por eles estarem desconexos das necessidades das pessoas da sua empresa. Lembra-se que falamos sobre as pessoas reagirem e mudarem de acordo com mudanças que observam? Isso também vale para o líder. Se ele não estiver percebendo mudanças nas pessoas – após mudar sua própria atitude – irá desacreditar das suas próprias mudanças de postura. Se isso acontecer, quer dizer que a liderança não está conectada às necessidades das pessoas.

Estas demandas das pessoas definirão quais características do líder a sua empresa deve ter. E obviamente, levará a impactos positivos na cultura, por exemplo, a confiança da equipe na liderança.

2 – Entenda profundamente as características do bom líder

Vamos começar com um exemplo de característica de liderança: o líder diz “nós”, o chefe diz “eu”.

É evidente que o líder se considera um membro da equipe e, portanto, sua fala é nós. Mas atente-se para isso não perder o sentido. Algumas vezes não será correto falar  em nós, e não há problema algum nisso. De fato será eu, ela ou eles. Por exemplo, imagine que um membro da equipe dedicou grande parte do seu tempo para realização da tarefa. Tempo maior que os outros membros. Imagine você parabenizando a equipe pelo resultado e não dando os devidos créditos para este diferencial. Será que o membro irá dedicar-se em alto grau da mesma forma posteriormente como dessa vez?

Outro exemplo: um bom líder acompanha a equipe no desenvolvimento do trabalho, e não só delega e impõe funções, ele participa de cada etapa. Mas o que significa acompanhar ou participar deste ou daquele trabalho?

Entender profundamente essa característica, implica em compreender as necessidades das pessoas – assim como você viu na dica 1. Acompanhar pode tomar várias formas, Algumas equipes demandam um acompanhamento mais técnico, outras um acompanhamento mais motivante. E isso pode depender também do projeto em questão.

Relacionado: Aprenda 5 formas de  motivar sua equipe.

Então, veja que ser “participativo” com a equipe e “acompanhar”, ou, em outra caso, falar “nós”, não depende somente do que você inicialmente entende disso, depende de considerações mais profundas e ampliadas. E outras vezes depende também de como as pessoas da sua equipe entendem o que significa a referida característica de liderança – por exemplo “acompanhar”, acompanhar o quê e como?

Consegue perceber as nuances? O bom líder está atento a elas.

3 – O líder prioriza as pessoas, não o resultado

Essa dica pode ser controversa para alguns, pois uma das principais funções da liderança é entregar bons resultados, certo? Certo! Mas como ele consegue isso? Com as pessoas, é claro!

A ideia aqui é que ao priorizar as pessoas, o resultado é consequência. Não concorda?

Perceba que a palavra que usei foi “priorizar”. O líder em momento algum deve esquecer que existe um trabalho a fazer e um resultado a entregar. No entanto, ele deve estar atento prioritariamente aos passos que levam até a entrega. E é possível entregar algo sem a dedicação da equipe?

E veja bem, resultados são entregues cotidianamente, outro projeto chega quando um é finalizado. Entretanto, a sua reputação como líder permanece, um após o outro! Você pode alguma vez entregar um resultado ruim – nem tudo está sobre nosso controle, obviamente. Apesar desses resultados ruins, as pessoas permanecem e os relacionamentos continuam.

Se você não cuida dos seus relacionamentos, não está atento às necessidades das pessoas por estar preocupado demais com um possível resultado insatisfatório. E isso repercutirá no futuro.

Saiba que sempre é possível dar a volta por cima, mas enquanto líder, você precisará da sua equipe para isso. Invista no bem-estar dos funcionários e cuide da qualidade de vida no trabalho. Duas ações objetivas e essenciais para priorizar as pessoas.

Relacionado: Como promover o bem-estar com zero investimento.

Portanto, priorize as pessoas! A sua reputação e os resultados são consequência disso. Ao tomar esta atitude, as pessoas tenderão a confiar mais na sua liderança.

Relacionado: Como melhorar a qualidade de vida no trabalho.

4 – Todas as características de liderança têm algo em comum

Sim, você leu certo. Todas as características da boa liderança que vemos por aí, tem algo em comum. Quando eu contar vai parecer óbvio, mas faz toda a diferença ter isso em mente para se tornar um líder.

Atenção: Todas estas características do líder carregam filosofias humanistas e existenciais. Você já deve ter ouvido falar do humanismo e do existencialismo. O humanismo remonta do Renascentismo e foi se renovando e se reinventando ao que é hoje. Diversas teorias da psicologia, por exemplo, se baseiam no humanismo. O humanismo coloca os seres humanos como principais, como ponto de partida para avaliar decisões.

Em paralelo, o existencialismo põe o homem como responsável e protagonista pela sua vida. E ensina os homens a terem o cuidado necessário nos seus relacionamentos de modo que consigam crescer nesses relacionamentos e possibilitar que os outros cresçam a partir de suas próprias escolhas e autonomia.

Conseguiu perceber semelhanças com as características do líder?

Resumidamente, humanismo e existencialismo, mostram que os seres humanos colocados como prioridade crescem e possibilitam o crescimento dos outros com a devida atenção e cuidado.

Essas filosofias se consideradas como ponto de partida para a formação de líderes, facilitam muito a transformação para o que é desejável na liderança. Em outras palavras, são pilares vigorosos para líderes agirem de modo a cumprir com seus papéis. E conseguir aplicar as características.

Relacionado: 6 ensinamentos da psicologia para alavancar sua carreira.

Então temos aqui a essência que aborda todas as atitudes de um líder, que se você entender é um atalho para conseguir se transformar no líder que sua equipe precisa.

Você pode saber melhor como isto funciona clicando aqui, abordamos este tema em nossas palestras e workshops.

A confiança no líder é responsabilidade da própria liderança. Se a confiança não se concretizar a razão é que a liderança praticada não é aquela que as pessoas da sua empresa precisam.

Personalize as lideranças para a cultura da sua empresa. Se esta conduta for aplicada, a própria cultura renova e multiplica as atitudes de liderança treinadas em primeiro lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação