competências fundamentais empreendedores

4 competências fundamentais de empreendedores

Existe tanto conteúdo na internet disponibilizado para empreendedores que até chegamos a ficar perdidos. E algumas vezes acontece de nos depararmos com algum em específico que pensamos: “ah, é disso que eu preciso!”. E na verdade, depois de aplicarmos vemos que não obtivemos o resultado esperado. Não é uma dica única que irá impactar toda a nossa jornada empreendedora, é algo além, que estamos chamando neste texto de competências fundamentais de empreendedores.

E garantimos para você: não se trata de mais um conteúdo que tem a intenção de resolver todos os seus problemas e desafios. E acreditamos também que se você ver um conteúdo que promete “resolver todos os seus desafios empreendedores”, não é um conteúdo honesto, pois tal remédio milagroso não existe. O empreendedorismo é um contínuo de desafios transdisciplinares. Não é só o marketing ou capacitação em vendas que solucionará problemas. Mas sim, conhecimentos integrados de diversas disciplinas.

A disciplina da qual temos autoridade para falar é a psicologia. E alguns ramos do conhecimentos são derivados desta área (ou baseiam sua expertise na psicologia), como o desenvolvimento humano, a saúde mental, a orientação de carreira, o coaching, etc.

Todos estes têm a contribuir muito para os empreendedores, seja com serviços ou com orientações e dicas.

Como dito anteriormente, unicamente os conhecimentos destas áreas não salvarão você dos seus perrengues empreendedores – que todos nós passamos –, mas cultivar as competências aqui propostas, contribuirá bastante nos seus processos de tomada de decisão, de criatividade e resiliência para seguir rumo aos seus objetivos e sonhos!

Grande parte do sucesso do seu empreendimento depende de você, ao cuidar e investir em você, você estará cuidando e investindo no seu negócio.

Pensando nessas áreas e principalmente na psicologia, elaboramos esta lista com competências fundamentais que os empreendedores devem cultivar para aumentarem as chances de serem bem-sucedidos.

Veja a lista com as competências abaixo:

1 – Variabilidade comportamental às frustrações

Muito se diz sobre as constantes frustrações que os empreendedores vivem. São muitos “nãos”, fatores desmotivantes e barreiras enfrentadas. Alguns traduzem essa vivência com a dica: “empreendedores devem ter resiliência” ou “devem ter resistência à frustração”.

De fato, isso não está errado. Mas falar desta forma não contempla a amplitude do fenômeno de enfrentar muitas adversidades e o que fazer com isso.

Nós preferimos falar sobre Variabilidade Comportamental às Frustrações. Qual é a diferença?

A diferença é que acreditamos que este termo traduz melhor a realidade, e assim, é possível pensar as melhores estratégias para lidar com as frustrações. A frustração é um sentimento natural, que faz parte do ser humano. Ser resistente a ela pode ser interpretado como uma pessoa que não sente esta frustração e permanece não-afetada por ela. Mas é importante ser afetado pelas frustrações sim! O que é não é construtivo é permanecer na frustração, e não tomar nenhuma ação para se livrar dela.

Ao se deparar com uma frustração, o melhor a se fazer é variar seu comportamento, atitudes, crenças, ou ações! Somente depois que variarmos o que fazemos para algo novo, conseguiremos superar as condições que causaram a frustração em primeiro lugar.

Portanto, não queira ficar resistente às frustrações. Sinta-as, reflita bastante sobre elas, e tenha um repertório variado de atitudes e ações. Assim é que se supera as adversidades.

2 – A competência da Autoconsciência

Sim, você leu certo. Não é autoconhecimento, é autoconsciência, que se refere à consciência do próprio ser.

Não estou dizendo que autoconhecimento não é importante, e de fato é imprescindível. No entanto, não avaliamos que o autoconhecimento é uma competência. Em nossa análise, deduzimos que ele é um conjunto delas e o resultado de todo um processo de vida. Não podemos banalizá-lo como sendo uma competência.

A autoconsciência, por outro lado, é algo que você pode praticar e desenvolver – e te ajudará a obter autoconhecimento.

Ser consciente de si mesmo é permitir-se sentir as emoções e sentimentos provenientes de todas as suas interações sociais e do seu processo de vida – que engloba a jornada empreendedora.

Integrar os seus sentimentos aos seus raciocínios e tomadas de decisão. É impossível isolar as emoções de nossas vivências. Em seu livro O Erro de Descartes, o neurocientista António Damásio rebate o mito de que as emoções são dissociáveis da razão. Na verdade elas sempre estão juntas e as pessoas conscientes das emoções conseguem tomar as melhores decisões.

Portanto, observe como você se sente em diversas situações. Faça exercícios de respiração para oxigenar seu cérebro várias vezes durante o dia e/ou pratique meditação. São ótimos métodos para desenvolver a competência da autoconsciência.

3 – Compreensão Empática

Compreensão empática que vai além do conhecimento comum sobre a “empatia”. Este é um termo utilizado nos trabalhos e pesquisas de um dos principais pensadores da psicologia humanista, o psicólogo e médico norte-americano Carl Rogers.

A empatia diz respeito à capacidade de alguém de se colocar no lugar do outro e sentir o mundo como este alguém o sente.

Na compreensão empática, a pessoa tem a capacidade de suspender os seus próprios conceitos e perceber o mundo através dos conceitos do outro. É a aceitação ativa da experiência do outro, sem rejeitar ou julgar. É fazer as perguntas para escutar, e não para saber responder ou solucionar a partir de sua própria experiência de vida.

Os empreendedores que conseguem desenvolver compreensão empática com a sociedade e seus potenciais clientes, estarão procurando definitivamente entender a dor e as demandas deles. Assim, após estar imerso nos conceitos dos clientes, poderá desenvolver um produto e experiência do cliente realmente valiosos que as pessoas queiram realmente comprar!

Além disso, é também uma competência ótima para empreendedores que já contam com colaboradores, podendo assim, aprimorar a produtividade e engajamento com o trabalho.

4 – Autocuidado empreendedor

Mais um conceito que se refere a um movimento em direção a si mesmo, como é a autoconsciência.

No autocuidado como competência, o empreendedor torna-se capaz de perceber quando precisa investir no seu próprio bem-estar e saúde. Em nossa sociedade, existe uma tendência de algumas pessoas a pensarem que é uma fraqueza precisar de descanso, ou que se precisa de um tempo para si mesmo o negócio acaba perdendo.

E de fato, quando você cuida de si mesmo, muda o foco de atenção do seu negócio para você. Mas se não fizer isso, seu negócio pode acabar perdendo muito mais do que se você tira algumas horas a mais de repouso ou para um atendimento com um profissional da saúde.

Seu negócio fluirá melhor quando você estiver com sua maior disposição física e mental. E para isso é preciso bem-estar integral.

Ao desenvolver autocuidado, você se tornará competente para perceber quando seu negócio começa a perder por você estar exausto, esgotando ou começando a desenvolver uma enfermidade. A prevenção é o melhor método para promover saúde, então se você cuida de si só depois que está enfermo ou estressado, será muito mais difícil promover sua própria saúde e retornar ao seu desempenho ótimo.

Então, procure perceber como está seu bem-estar sempre! É uma competência que mostra sua força e inteligência de escolher as melhores estratégias para cuidar da sua saúde, e, portanto, do seu negócio!

As competências como condições para o sucesso

Enfim, lembre-se de que não basta ter estas competências para ter sucesso. No entanto, ao desenvolver estas competências fundamentais, você cria condições pessoais para aumentar suas chances de enfrentar as adversidades e barreiras da jornada empreendedora! Investir em você é investir no seu negócio! Este conteúdo foi útil? Assine nossa Newsletter para receber gratuitamente mais dicas sobre empreendedorismo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação